Como criar um aplicativo

Como Criar um Aplicativo do Zero em 12 Passos Simples

Esta postagem foi atualizada em 18 de outubro de 2020

 

Os dispositivos móveis estão se tornando cada vez mais populares e uma de suas maiores vantagens é a possibilidade de ter acesso a uma ampla variedade de aplicativos para os mais diversos fins. Isso significa uma grande oportunidade para que as empresas aproveitem os benefícios do desenvolvimento mobile a seu favor.

Os usuários não usam seus dispositivos apenas para entretenimento. Eles também os enxergam como uma forma prática de buscar soluções para facilitar suas tarefas do dia a dia. É exatamente aí que as empresas encontram espaço: ao oferecer diversas funcionalidades relacionadas a seus serviços e produtos, diretamente em aplicativos.

O mercado de aplicativos móveis não para de crescer, só no Brasil o crescimento será de 30% em relação ao ano de 2017. Só a Uber em 2016 gerou U$6 bilhões de receita.

O mercado de aplicativos promete um crescimento surpreendente nos próximos anos. O analista de mercado App Annie publicou uma projeção econômica para esse nicho, que promete beneficiar todos aqueles que estão incluídos no mercado digital.

Esse estudo revela que, no ano de 2021, a Economia dos Aplicativos pode valer até U$ 6,3 trilhões, contra 1,3 trilhões registrados no último ano. O mercado deve ter um crescimento de 300%. O lucro gerado pelos aplicativos acompanhar esse indicador.

Criar um aplicativo para sua empresa, ou empreendimento, é uma forma de aumentar sua receita e melhorar sua relação com seus clientes.

Ao se estruturar o projeto para criar um aplicativo, alguns passos devem ser seguidos para facilitar o fluxo de ideias. Veja aqui 12 passos que irão nortear o projeto para criar um app de forma estruturada.

LEIA TAMBÉM:  5 tipos de tráfego que atraem mais acessos para seu site

 

Crie seu primeiro App do zero agora mesmo!

 

1. Defina sua meta

Ter uma boa ideia é o primeiro passo para um projeto novo. Qual o core do app? Que problema ele está tentando resolver? Como criar um app que seja útil e agradável?

 

2. Comece a fazer sketches

Desenvolva o conceito do seu aplicativo, as ferramentas principais e que tipo de estrutura e layout você acha que mais condizem com o app.

 

3. Pesquise

Descubra outros aplicativos que fazem a mesma coisa, procure inspiração de design, encontre informações sobre requerimentos técnicos que você precisa se preocupar e descubra como você pode colocá-lo no mercado e monetizá-lo. Uma das ferramentas para a busca de inspiração é a Dribbble.

 

4. Crie um Mockup e um Storyboard

Aqui a ideia é deixar o aplicativo mais claro e começar a construí-lo. As ferramentas mais usadas para mockups são o Balsamiq e o HotGloo que permitem uma visualização de todos os elementos básicos do seu app e acrescentam funcionalidade aos botões para que você possa clicar ao longo do aplicativo.

 

5. Defina o Back End do seu app

Isso significa que, depois de ver como será o esquema do aplicativo, você deve procurar o servidor, APIs e os diagramas de dados. Eles serão boa referência para o desenvolvedor. De acordo com limitações do Back End, caso haja, você deve reprogramar a interface do aplicativo.

LEIA TAMBÉM:  Como Construir um Funil de Vendas Poderoso para Qualquer Negócio Online

 

6. Teste o seu protótipo

Pergunte para amigos, família, colegas e especialistas sobre seu protótipo e peça uma revisão sincera. Dê para eles uma versão beta para que testem e possam te dar um feedback mais preciso. Se possível, peça para eles usarem na sua frente, assim você pode estudar como eles utilizam o aplicativo e melhorar a experiência do usuário.

 

7. Crie o Back End do aplicativo

Agora que seu aplicativo já está razoavelmente definido, passe para seu desenvolvedor configurar os servidores, a base de dados, os APIs e as soluções de armazenamento. Não esqueça de fazer um cadastro de desenvolvedor nos marketplaces que você irá colocar seu aplicativo. Obter a permissão pode demorar alguns dias.

 

8. Desenhe as telas do seu app

Aqueles rascunhos e prévias feitos devem ser colocados em alta resolução e adaptados de acordo com os testes dos seus clientes-beta, afinal se o público vai usar o seu aplicativo, ele deve ter influência na criação do mesmo.

 

9. Teste novamente

Agora o aplicativo já está completamente desenhado e você precisa testá-lo de novo para ver se, na versão de mercado, é user-friendly e funciona completamente. Existem duas ferramentas para este tipo de teste: o Helio e o Framer.

 

10. Revise e continue a construção

Revise tudo o que já foi feito e peça para o desenvolvedor e o designer realizarem as mudanças adequadas no back end e nas telas do produto.

 

11. Refine cada detalhe

Você sempre terá que fazer este passo. Agora, você deverá testar o aplicativo no iOS e no Android para ver como ele funciona depois de colocado lá (em teste). No iOS você deve requerer uma plataforma como o TestFlight para testar todo o funcionamento.

LEIA TAMBÉM:  WhatsApp Marketing: Como fazer WhatsApp Marketing com Sucesso

 

12. Hora de lançar

As políticas dos marketplaces são muito diferentes, então você precisa ver em cada um deles quais os passos necessários para o lançamento do app. Uma vez que seu aplicativo já esteja aparecendo nas lojas de aplicativos, é hora de divulgá-lo e buscar os milhões de usuários que existem por aí!

 

Crie seu primeiro App do zero agora mesmo!

 

Conclusão

Quantas horas por dia você gasta em aplicativos mobile? Seja conversando com amigos, fazendo compras, consultando a previsão do tempo ou chamando um taxi, eles estão mais presentes em nossas vidas do que geralmente nos damos conta. E se você os utiliza com frequência, provavelmente os seus clientes também.

Os ganhos em ter um aplicativo para sua empresa são óbvios e, como no mercado brasileiro ele ainda é novidade, as empresas que derem o primeiro passo em direção a essa tendência obterão grande vantagem competitiva.

 

Ben Popov

Growth Hacker, Crypto Investor e Estrategista de Marketing Digital com mais de 18 anos de experiência. Fundador da AulaPlus - Marketing na Era Digital e BlasterPhone Telecomunicações. Ben é "importado" da Bulgária e mora no Brasil desde 2000.

Inscreva-se
Notificar sobre
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments