Segundo dados, vinho é bebida favorita de 42% dos brasileiros

Esta postagem foi atualizada em 19 de junho de 2021

Santa Catarina 21/5/2021 –

Durante a quarentena, o vinho tornou-se preferência para quase metade dos brasileiros. Pensando nisso, Anderson Felipe Weege, sócio-fundador e sommelier da TopWines, clube de assinaturas de vinhos, traz dicas para escolher rótulos

Dados disponibilizados por pesquisa realizada pelo CONECTAí mostram que o vinho está ganhando espaço com os brasileiros. Ainda que 68% dos entrevistados tenham a cerveja como bebida alcoólica favorita, o vinho aparece em segundo lugar, sendo preferência para 42%.

Por conta de seu sabor e benefícios, os brasileiros investiram na bebida. Dados do estudo “Hábitos Alimentares do Brasileiro – preferências, dietas e tendências de consumo” demonstraram que 15% dos entrevistados consomem uma pequena quantidade diariamente. 

Sendo assim, o mercado logo sentiu os efeitos: de acordo com a ABS-RS, Associação Brasileira de Sommeliers, o consumo de vinhos cresceu 50% no primeiro semestre de 2020 quando comparado ao mesmo período do ano anterior.

Bebida da quarentena

Anderson Felipe Weege, sócio-fundador e sommelier da TopWines, clube de assinaturas de vinhos, diz que o vinho pode ser considerado a bebida da quarentena, ao seu ver. “O vinho pode acompanhar jantares, pequenas reuniões e até mesmo pipoca ou pizza. Por dispensar o contexto de festa, a bebida pode oferecer um momento de descontração mesmo durante o isolamento social, que é indispensável neste momento”, acentua. 

Ainda assim, o especialista sente que a falta de conhecimento para com os rótulos pode afastar o interesse dos brasileiros em relação aos vinhos. “Escolher um rótulo pode ser mais simples do que muitos pensam. Existem algumas peças-chaves que ajudam a encontrar o sabor mais agradável para cada paladar”, explica. Abaixo, Anderson explica alguns deles.

LEIA TAMBÉM:  Em tempos de máscara facial, maquiagem para os olhos ganha destaque

Produtor, safra e país

Ao escolher um rótulo, conhecer mais sobre o produtor é um diferencial, afinal, os vinhos costumam ser parecidos quando vêm do mesmo local. Outro ponto importante é a safra, que determinará a idade do vinho e possibilidade de guarda da garrafa.

Além disso, a graduação alcoólica também faz bastante diferença no sabor: quanto menor a porcentagem, mais leve será a bebida. Por fim, entender o país ajuda na escolha das uvas, que podem ser Cabernet Sauvignon, Pinot Noir, Merlot, Syrah, Malbec, Carmenère, Tannat, entre outras. 

Considerando que ao menos 30 milhões de brasileiros consomem vinho ao menos uma vez por mês, segundo dados do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), a TopWines criou seu clube de assinatura com o intuito de unir os apreciadores ao redor do Brasil, possibilitando o acesso a diferentes rótulos, origens e sabores.  

A proposta é garantir que seu público conheça o que consome e deguste cada tipo de vinho, desde o aroma até o sabor único de cada um. Seja para incluir na rotina ou presentear alguém querido. 

Para saber mais, basta acessar: topwines.com.br

Website: http://topwines.com.br

Inscreva-se
Notificar sobre
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments