Pular para o conteúdo

5 fatores que impactam no aumento do Bitcoin

 

O Bitcoin foi criado para se tornar uma moeda descentralizada, ou seja, sem nenhuma instituição financeira responsável por sua emissão ou transações.

No entanto, tornou- se um dos ativos mais atraentes para quem deseja investir.

Mas, por ter uma proposta diferente das moedas comuns, fica a dúvida sobre seu funcionamento, e as constantes variações no preço.

O valor pode ser considerado um mistério, mesmo reconhecido e com tanta fama.

Separamos informações sobre os aumento e listamos os maiores fatores.

Não deixe de conferir este artigo!
 

Por que o aumento do Bitcoin é tão volátil?

O mercado responsável pelos Bitcoins são os criptoativos.

Ainda pequenos quando comparados aos demais ativos financeiros, porém, o crescimento já pode ser notado.

Entretanto, isso faz com que seja mais volátil, afinal, existe a necessidade de menos volume para efetuar subidas ou descidas que façam sentido nos preços.

O mercado das criptomoedas vem apresentando um crescimento considerável.

O valor de um ano atrás era de aproximadamente 192 bilhões de dólares, o que corresponde a um quinto do valor atual.

A boa notícia, é que, se o mercado continuar crescendo, são grandes as chances de ocorrer uma diminuição da volatilidade.

 

É possível prever o aumento do Bitcoin?

A grosso modo, não é possível prever exatamente os aumentos do Bitcoin, mas, existe a possibilidade de promover estimativas, com o que o mercado precifica na volatilidade.

Investidores costumam utilizar indicadores financeiros para conseguir indicações sobre o status da rentabilidade, performance ou ainda, o retorno sobre um determinado investimento.

LEIA TAMBÉM:  REMARKETING- Importantíssimo na venda de imóveis

Se relacionam com todos os aspectos de um ambiente de negócios.

Importância de acompanhar o aumento do Bitcoin

A importância se dá pela valorização da criptomoeda.

Em março de 2020, um Bitcoin valia R$31,9 mil, e exatos um ano depois ultrapassou a marca dos impressionantes 900%, valendo R$321,7 mil.

Além disso, as moedas digitais fazem parte da integração no sistema financeiro tradicional.

O Bitcoin já acumula um capital de mais de US$1 trilhão no mercado. Batendo sua máxima em abril de 2021 passando de US$63 mil.
 

5 fatores que impactam no aumento do Bitcoin

Da mesma forma que os tradicionais, dólar, euro e as demais, as criptomoedas podem apresentar um aumento ou queda do preço em determinados períodos.

E elas podem ocorrer de forma repentina.

Por esse motivo, preparamos 5 fatores  que impactam no aumento do Bitcoin.

Confira!

#1 Políticas monetárias

Nada mais é do que um conjunto de medidas que são adotadas com o intuito de promover e controlar a quantidade da moeda em circulação.

Essas medidas impactam na inflação e principalmente nas taxas de juros do país.

Pessoas capacitadas com curso de administração gratuito, são as mais indicadas para realizar essa etapa, definindo quais medidas serão adotadas em um determinado período.

O que pode fazer com que ocorra ou não um aumento do Bitcoin.

#2 Lei da Oferta e da Procura

A lei da oferta e procura, é outro fator que interfere na cotação da criptomoeda.

A definição do preço é realizada com base na procura por parte dos compradores e na oferta pelos vendedores.

Então, a volatilidade é fortemente influenciada pelo aumento de interesses.

#3 Entrada de investidores

A entrada de grandes investidores em criptomoedas, estaria ligado a uma perspectiva de maior valorização do Bitcoin quando comparado ao ouro.

LEIA TAMBÉM:  O que se sabe sobre Satoshi Nakamoto, o “criador” do Bitcoin?

Quando existe o interesse de grandes investimentos, a tendência é que a moeda aumente para ser valorizada ainda mais.

A moeda digital avança 90% todo ano, acumulando 7% em perdas.

#4 Funding Rate

Esse mecanismo, é o custo que você tem para conseguir abrir uma posição, seja comprada ou vendida.

Se for negativa, é sinal que existem outras pessoas apostando na queda do Bitcoin, o que indica que será preciso pagar uma taxa a cada 8 horas apenas para entrar na indicação que foi vendida.

A taxa corresponde a relação entre capital próprio e recursos de terceiros, que são aplicados no início de um projeto.

#5 Hashrate

Indicador computacional com a função de ser utilizado durante o processo de mineração do Bitcoin.

É medido em unidades de segundo, o que remete a quantidade de cálculos que as máquinas estão processando a cada segundo nas redes de Bitcoin

O Bitcoin é uma criptomoeda que está conquistando cada vez mais pessoas, sendo aceita em mais países, estabelecimentos comerciais e até consumidores físicos.

O potencial de valorização é alto, tornando-a, uma forma de investimento nova e interessante, garantindo projetos pessoais, acúmulo de patrimônio, realização de viagens, e claro, liberdade financeira.

Quer entender mais sobre empreendedorismo e negócios digitais?

Acompanhe o portal AulaPlus e fique por dentro desses e outros assuntos!

 

 

Marcações:
Inscreva-se
Notificar sobre
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Adoraria seus pensamentos, por favor comente.x