Pular para o conteúdo

Como montar um e-commerce: 7 passos essenciais

 

Se você quer ofertar algum produto ou serviço na internet, certamente deve estar se perguntando como montar um e-commerce. 

Trata-se de uma dúvida muito comum entre aqueles que, apesar de terem uma ideia do desenho do negócio, não sabem por onde começar. 

Mas antes: você já tem um produto? É uma linha de cuidados pessoais? Se sim, a linha já possui embalagens plásticas de qualidade para se destacar? Se é um serviço, você possui expertise para realizá-lo?

Abaixo, criamos um guia com 7 passos essenciais sobre como montar um e-commerce para que você tenha uma base sólida de conhecimento e não caia em ciladas virtuais. Vamos começar?

 

O que é um e-commerce?

Antes de darmos um “start” no guia, você sabe o que é um e-commerce?

Em linhas gerais, um e-commerce é um comércio eletrônico. Isso significa que, em um ambiente virtual, você criará uma loja para comercializar aquilo que deseja – que é, muitas vezes, a sua própria marca ou, ainda, os seus serviços -, além de atender o público.

Após se popularizarem durante a pandemia de COVID-19, quando muitas pessoas não puderam sair de casa para fazer suas compras, os e-commerces estão cada vez mais comuns e tecnológicos, dividindo-se em, basicamente, dois tipos: B2B e B2C. 

B2B significa business-to-business. Ou seja, uma empresa vendendo para outra empresa. Por sua vez, B2C é a abreviação de business-to-consumer, que nada mais é do que uma empresa vendendo para o seu consumidor.

Por exemplo: se você comercializa linhas de cuidados pessoais, está fazendo negócios com pessoas interessadas no seu produto. 

Agora, se você comercializa uma nova tecnologia de chips para celulares, você provavelmente negocia com outras empresas que têm interesse no seu produto.
 

LEIA TAMBÉM:  Como aumentar 100% suas chances de ganhar na Lotofácil hoje mesmo

7 passos essenciais para montar o seu e-commerce

Depois de darmos uma rápida pincelada sobre o conceito do seu comércio eletrônico, vamos às 7 dicas de como montar um e-commerce e fazer muito sucesso na internet!

Como montar um e-commerce: comece planejando o seu negócio!

Antes de mais nada, para que o seu e-commerce dê certo, você precisa planejar o seu negócio. O que isso significa?

Você precisa detalhar, em uma planilha ou um documento, o quanto de dinheiro você tem para investir. São R$15 mil ou R$150 mil? 

Para ter certeza de que é um investimento seguro, divida o valor pelos 12 meses do ano e veja qual será a receita mensal para “segurar” o negócio. Essa receita será suficiente para arcar com os custos do negócio ou você terá prejuízos?

Depois de verificar o seu capital, considere o nicho de mercado no qual deseja atuar e faça uma análise da concorrência para que você, que está embarcando agora, consiga se diferenciar de outras empresas do mesmo ramo. E aí, anotou essa primeira dica?

Defina a plataforma no qual instalará o seu e-commerce

Como se trata de um negócio virtual, o seu e-commerce precisa estar em um site funcional, intuitivo e que ofereça segurança para o usuário que está navegando.

Além disso, é muito importante que a plataforma ofereça uma boa experiência para o usuário. Isso significa, de forma resumida, que, no ambiente virtual, o seu consumidor precisa encontrar as informações dos seus produtos com facilidade e fluidez.

Então, ao escolher a plataforma, certifique-se de que ela oferece um bom suporte em caso de problemas técnicos, além de uma área segura para transações financeiras – o que é muito importante para a prosperidade do seu negócio.

Como montar um e-commerce: defina os sistemas de pagamento

Ao montar um e-commerce, é muito importante que você defina os sistemas de pagamento.

LEIA TAMBÉM:  8 Dicas de Como Monetizar e Ganhar Dinheiro com Blog WordPress

Aqui, existem três esferas importantes a serem consideradas: o intermediador do pagamento, o gateway de pagamento e a integração direta com o consumidor.

  • Intermediador de pagamento: o intermediador de pagamento é um serviço que cobra uma taxa por transação para que o valor seja transferido diretamente para a conta do seu negócio, com os descontos do uso do serviço;
  • Gateway de pagamento: já o gateway de pagamento faz a ligação direta entre a sua loja virtual com agentes financeiros, ou seja, as redes de cartões, como Visa, ELO e Mastercard;
  • Integração direta com o consumidor: nesse sistema de pagamento, você tem o seu próprio caixa. Isso significa que, no pagamento, o consumidor colocará os próprios dados bancários e você será responsável pela gestão de recebimento.

Um e-commerce precisa ter um sistema de segurança

Para que o seu e-commerce seja seguro para o usuário adquirir produtos na plataforma, é essencial que você possua um excelente sistema de segurança. Algumas plataformas, inclusive, possuem selos próprios de confiabilidade.

Além disso, essa segurança é muito importante para coibir fraudes, que podem atingir tanto você, quanto o seu cliente. Ninguém vai confiar em um e-commerce que não possua sistema anti-fraude, não é mesmo?

Por isso, apesar de, às vezes, ter um valor elevado para a contratação, sistemas de segurança são essenciais na hora de montar o seu e-commerce.

Mostre aos seus clientes que os seus produtos são bons!

Além de garantir que os seus produtos sejam seguros para a utilização e que eles estejam em boas embalagens, você deve caprichar na descrição do produto para que o seu consumidor, ao adquiri-lo, saiba exatamente o que está comprando. 

Caso você tenha caixa disponível, uma solução excelente para mostrar todo o potencial do seu produto é a contratação de um fotógrafo de ponta que, com uma produção pra lá de especial, irá apresentá-lo da melhor maneira, fazendo jus à qualidade do mesmo.

LEIA TAMBÉM:  Como aprender inglês e se tornar um empreendedor online de sucesso

Como montar um e-commerce: invista na logística e no estoque

Para ter sucesso no seu e-commerce, você precisa saber estimar a demanda de seus produtos, evitando que eles fiquem sem estoque. E não se esqueça de planejar o armazenamento do seu produto, seja dentro da sua própria loja ou em um local alugado.

Além disso, você deve ofertar boas opções de transporte. Muitos pequenos e-commerces usam correios, que são amplamente acessíveis. No entanto, é necessário considerar se esta forma de envio é adequada ao tipo de produto a ser enviado e à urgência do cliente.

80% do sucesso do e-commerce vem através do marketing

Você sabia que pelo menos 80% do sucesso do seu e-commerce depende do marketing do seu comércio eletrônico e dos seus produtos?

Afinal, quando se está começando, não dá pra esperar que todos os consumidores conheçam a sua marca ou o seu site. 

Por isso, é importante investir na contratação de um profissional da área de marketing que poderá cuidar da divulgação dos seus produtos e serviços, fazer a gestão das suas redes sociais e trabalhar no relacionamento com os seus clientes de forma efetiva.
 

Conclusão

Montar um e-commerce pode não ser uma tarefa fácil, mas é muito importante para os seus negócios, principalmente quando você quer vê-los prosperar pelo Brasil afora.

Então, anote todos esses passos e comece a elaborar o seu plano de negócios. Se seguí-los direitinho, você certamente irá decolar!

 

 

 

Inscreva-se
Notificar sobre
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Adoraria seus pensamentos, por favor comente.x