Pular para o conteúdo

Como o blockchain pode auxiliar na área da saúde?

 

Com a alta demanda de integração de dados com planos e fornecedores, a área da saúde vem se preparando para aproveitar toda a tecnologia oferecida pelo blockchain.

Contudo, o problema mais enfrentado pelos médicos é a falta de diagnóstico anterior, uma vez que o paciente freqüenta diversas instituições e realiza tratamentos diversos.

 Essas informações são armazenadas nos locais em que o cliente esteve.

O tempo utilizado para encontrar informações do paciente pode ser crucial.

Mas, se estiver em um local seguro onde ninguém pode realizar alterações, e de fácil acesso para pessoas autorizadas, os diagnósticos passariam a ser mais eficazes.

Entenda!
 

O que é blockchain

Trata-se de uma base de dados onde todo o armazenamento é realizado de forma descentralizada. 

É composta por um conjunto de blocos (blocks) que não podem ser mudados e são ligados de forma encadeada (chain).

No entanto, cada bloco só pode ser gravado uma vez, sempre que existe a necessidade de alterar dados em um bloco, um novo deve ser gerado e ligado ao anterior. 

Serve ainda para registrar transações, rastrear ativos e aumentar a confiança das informações.
 

O que é blockchain na saúde

O blockchain na saúde é um sistema de segurança de dados que não pode ser corrompido ou descentralizado.

Por ser uma tecnologia transparente conta com uma criptografia robusta de ponta.

Capaz de esconder a identificação do usuário e dos donos das informações, fazendo com que tudo fique o mais seguro possível.

Principais contribuições do blockchain para a saúde

Quando aplicado na saúde o blockchain permite que médicos e pacientes acessem a rede com segurança

LEIA TAMBÉM:  Veja 3 criptomoedas que podem gerar mais lucros que o Bitcoin

Ao fazer a compra e venda de suplementos, por exemplo, fica mais fácil controlar a entrada e saída de custos.

 Aplicações benéficas podem ser aproveitadas com essa tecnologia.

Prontuários médicos eletrônicos

Prontuários devem ser acessados com facilidade por várias instituições.

E também devem ser seguros e de acesso controlado, visando sempre a privacidade de dados dos pacientes. 

Por esse motivo, prontuários médicos eletrônicos são as principais aplicações estudadas do blockchain.

Gestão de medicamentos e insumos médicos

Com o blockchain é possível realizar uma gestão de medicamentos e insumos médicos, seja para fabricação, venda, distribuição e até mesmo a utilização. 

Em clínicas e hospitais, essa tecnologia auxilia no rastreio de todos os insumos disponíveis.

Planos de saúde

O principal objetivo do blockchain é evitar fraudes em todo o sistema.

Possibilitando um acompanhamento seguro de todas as etapas, impossibilitando médicos, clínicas e pacientes de burlar etapas durante todo o processo.

Veja também: como não cair em golpes ao investir em Bitcoin

Vantagens do blockchain para a saúde

A principal vantagem do blockchain na saúde é sem sombra de dúvidas a segurança de dados quando comparado a outros sistemas.

Portanto, cada pessoa ou empresa envolvida no processo, tem uma chave de acesso que decodifica as informações. 

Os dados dos pacientes só podem ser acessados se os mesmos permitirem o acesso.
 

Blockchain e Home Care

O blockchain atua como uma tecnologia de registro que busca a descentralização médica de segurança.

Por esse motivo devem estar presentes entre os setores médicos, principalmente os domiciliares.

Então, os insumos utilizados em uma assistência home care sofrem com a variação de insumos.

Dessa forma o blockchain atua como um assistente, evitando que falte materiais fundamentais para um atendimento humanizado e eficiente.
 

LEIA TAMBÉM:  Os benefícios das criptomoedas para diferentes empresas

Blockchain e Gestão Hospitalar

Uma gestão hospitalar, tem como responsabilidade estabelecer e enquadrar políticas, comunicando-as com toda a equipe, auxiliando na implementação no hospital.

Quando a validação dos dados é realizada via blockchain junto a outras técnicas, todas as informações dos pacientes ficam restritas aos profissionais de saúde.

O que garante segurança e confiabilidade de todos os dados.

Ademais, a partir do momento que a tecnologia de blocos é aplicada nas gestões hospitalares os benefícios passam a ser positivos.

Incluindo a melhora no compartilhamento de dados, a utilização dessas informações nas pesquisas médicas e em toda otimização do abastecimento farmacêutico.

O que proporciona transparência, rastreabilidade e formulários sem modificações.

A área da saúde é muito delicada, e necessita de sistemas transparentes com dados de alta confiabilidade. 

Então, o blockchain junto ao sistema de imutabilidade, descentralização e transparência das informações, se torna a solução ideal.

Ademais, é uma tecnologia nova e precisa de alguns ajustes, porém, não demora muito para que comece a ser utilizada em maior escala.

Acompanhe esse e outros assuntos sobre gestão de informações e tecnologia no Aula Plus

Boa leitura!

 

Inscreva-se
Notificar sobre
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Adoraria seus pensamentos, por favor comente.x