Pular para o conteúdo

Melhores estratégias para levantar capital e gerenciar finanças

▶️ Compartilhe, Segue e Ganhe R$ 50,00!

Cuidar da parte financeira de uma empresa é uma das tarefas mais complicadas e, ao mesmo tempo, cruciais para qualquer empreendedor, garantir sua saúde e ter todas as contas em dia pode ser algo extremamente desafiador, mas essencial para que ela se mantenha viva dentro do mercado. 

Para se ter uma noção, entre os anos de 2020 até 2022, os pedidos de falência saltaram cerca de 80%, a média atual de declarações de falência é de aproximadamente, mais de 70 empresas por mês em todo o país, de acordo com o Serasa Experience, ou seja, é preciso se atentar e saber como levantar um bom capital e principalmente, gerenciar as finanças de forma inteligente e estratégica. 

Mas como se planejar da melhor forma possível? Como fazer escolhas corretas dentro da empresa e garantir a saúde do seu negócio de maneira otimizada? Será que isso ocorre de forma tão prática e eficiente quanto o uso de uma máquina extrusora em uma indústria? 

No texto de hoje, nós separamos para você as melhores estratégias que irão te auxiliar no levantamento de capital e principalmente no gerenciamento das suas finanças, bora descobrir como administrar o dinheiro da sua empresa de forma inteligente e eficiente? Então vamos lá!

Tenha o total controle sobre seu fluxo de caixa

O fluxo de caixa é considerado a ferramenta principal de qualquer parte da gestão financeira, para quem não conhece, é aqui que são registradas todas as entradas e saídas em um negócio, computando tanto os valores que são recebidos quanto às despesas pagas para o perfeito funcionamento de um negócio. 

O fluxo de caixa conta com o pagamento de despesas fixas como o aluguel, pagamento dos funcionários e conta de internet, e as despesas variáveis, como uma possível manutenção e as contas de água e luz. Todos esses são gastos mensais, presentes na rotina de uma empresa que devem ser anotados, em contrapartida, também é preciso controlar as entradas. 

Cada nova venda deve ser computada dentro do seu fluxo de caixa, isso é o que vai te indicar melhor os valores da sua receita, do seu faturamento e é claro, do seu lucro, sendo assim, quanto maior o seu controle sobre o fluxo de caixa, mais é possível organizar suas despesas, entender entradas e saídas, e sempre ter conhecimento sobre seu lucro ou seus prejuízos. 

Planeje seus objetivos, seus pagamentos e recebimentos

Com uma análise bem feita em relação ao seu fluxo de caixa, fica muito mais fácil de começar a planejar seus objetivos, as metas da sua empresa e até mesmo organizar seus pagamentos e recebimentos. 

Sabendo sobre o valor que está obtendo de lucro, é muito mais simples determinar se é ou não possível comprar produtos de uma empresa de caldeiraria, entender as necessidades do seu negócio e quais as suas limitações vinculadas aquilo que você precisa, também é possível planejar os valores a serem pagos e recebidos. 

Levante o histórico do seu fluxo de caixa e compreenda uma média de pagamentos e recebimentos, isso vai te dar uma boa margem do valor que pode ser gasto e é claro, que pode ser recebido, te ajudando a organizar suas finanças e atuar conforme os dados coletados. 

Nunca misture finanças pessoais e empresariais

Uma regra básica para o bom gerenciamento de finanças é nunca misturar o dinheiro pessoal com o empresarial, por mais que você deseja fazer um levantamento de capital e precise rodar seu fluxo de caixa, nunca opte por colocar o seu dinheiro pessoal no meio da somatória. 

Isso vai acabar atrapalhando totalmente o fluxo de caixa e o desenrolar financeiro da sua empresa, atrapalhando a sua organização, seus planejamentos, e misturando tudo, sendo assim, é possível que você queira sacar um dinheiro pessoal e tenha que usar o empresarial, e vice-versa. 

Com isso, recursos da empresa são usados nas contas domésticas e os pagamentos de casa são usados dentro do empreendimento, o que se torna uma grande bola de neve que só acaba gerando prejuízo para o seu negócio. 

Análise seu capital de giro e faça ações para aumentá-lo

Toda empresa possui um capital de giro, para quem não conhece, esse termo se refere a tudo que um negócio precisa para sobreviver na somatória de todos os seus recursos, como dinheiro, estoques, crédito entre outros, sendo todos esses, capazes de liquidar as contas de um negócio e garantir que ele continue em pleno funcionamento. 

Isso te ajuda a entender melhor o quanto de dinheiro é preciso para quitar qualquer endividamento e até mesmo o valor restante que pode ser aplicado em alguns outros pontos importantes da empresa como um investimento em um novo sistema de alarme de incêndio.

LEIA TAMBÉM:  Guia para iniciantes: Como começar a investir em criptomoedas

Tendo a noção sobre o capital de giro e o ciclo financeiro da empresa, é mais fácil identificar os pontos altos e baixos do seu negócio, e buscar levantar um capital adicional de acordo com seus benefícios, sendo possível efetuar ações para aumentar o seu recebimento líquido de forma inteligente. 

Faça investimentos preciso com verbas destinadas a cada ponto necessário

Muitas pessoas cometem o fatídico erro de sair investindo em qualquer negócio de forma desorganizada e sem um bom planejamento prévio, toda empresa precisa mudar sua infraestrutura, se adaptar a alguns pontos cruciais e é claro, receber alguns investimentos no decorrer da sua vida útil, mas tudo isso deve ser feito de maneira inteligente. 

Nada de fazer investimentos equivocados e sem o conhecimento sobre o que pode ser gasto ou quais pontos ajudam a melhorar a sua empresa, procure um bom planejamento sobre onde investir, quais pontos ajudam no desenvolvimento do seu negócio, e quais ações podem mudar o patamar da sua empresa. 

Destine verbas a cada ponto necessário, compreenda onde a sua empresa pode evoluir melhor, faça estudos sobre o seu cenário atual e seja assertivo em cada passo que for dado e como o seu dinheiro é aplicado. 

Utilize softwares de gestão que facilitem a sua jornada

A tecnologia está ao nosso redor e deve ser usada ao nosso favor, assim como no setor industrial, a tecnologia pode automatizar a manutenção de caldeiras, fazendo com que os elementos se tornem em um só material de forma facilitada, na gestão financeira é possível fazer o uso de softwares que também unificam esse segmento e trazem extrema facilidade. 

Procure no mercado alguns aplicativos que te auxiliem durante a sua jornada, veja quais atendem às suas necessidades e invista na sua ajuda, um bom software pode te ajudar na organização e na aplicação das finanças de forma muito mais coesa, compacta e otimizada. 

O que achou do texto de hoje? Deixe a sua opinião nos comentários abaixo e não se esqueça de compartilhar com seus amigos e familiares caso tenha gostado do conteúdo, até a próxima!

Esse artigo foi escrito por Iago Lourenço, criador de conteúdo do Soluções Industriais.

Inscreva-se
Notificar sobre
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Adoraria seus pensamentos, por favor comente.x