Pular para o conteúdo

Os riscos e oportunidades do mercado de criptomoedas

▶️ Compartilhe, Segue e Ganhe R$ 50,00!

Todo investimento demanda a consciência de que, apesar das oportunidades, também há a presença de riscos. 

Mesmo que uma opção de investimento seja inovadora e baseada em tecnologia, como é o caso das criptomoedas, não há garantia absoluta de segurança.

Se você está considerando investir em moedas digitais, é essencial ter um entendimento profundo do assunto para evitar prejuízos. 

Para obter mais informações, continue lendo e compreenda o conceito de criptomoedas, bem como os principais riscos associados a esse tipo de investimento!

O que é criptomoeda?

As criptomoedas são uma forma de moeda virtual criada especificamente para ser usada no mundo online. Isso significa que, ao contrário das moedas tradicionais que conhecemos (como o real, dólar ou euro), as criptomoedas só existem de forma digital.

Atualmente, a bitcoin é a criptomoeda mais reconhecida e amplamente utilizada no mercado. Em determinado momento, chegou a atingir um alto valor de até 20 mil dólares por unidade. No entanto, seu valor atual está em torno de 8 mil dólares.

Um dos aspectos distintos das criptomoedas é que a verdadeira identidade de seu criador, conhecido apenas como Satoshi Nakamoto, ainda é desconhecida. A única informação disponível é que a bitcoin foi desenvolvida em 2009. 

Além disso, a moeda tem um limite de produção, com previsão de apenas 21 milhões de unidades até o ano de 2140.

As principais criptomoedas da atualidade são: 

  • Bitcoin;
  • Ethereum;
  • Tether;
  • USD Coin;
  • BNB.

Como as criptomoedas funcionam?

A base do funcionamento dessas moedas é uma plataforma digital conhecida como Blockchain. Essa tecnologia é uma espécie de livro-razão digital, responsável por registrar e validar as transações de forma transparente. 

O interessante é que essa plataforma é “gerenciada” pelos próprios usuários das criptomoedas.

Para criar novas moedas, é necessário que um computador resolva problemas matemáticos altamente complexos. 

À medida que esses problemas são solucionados, quantidades da criptomoeda são liberadas. É fundamental destacar que, uma vez que uma transação é registrada no blockchain, ela se torna imutável e não pode ser apagada.

Devido ao seu caráter descentralizado, essa tecnologia permite que qualquer pessoa tenha acesso às transações realizadas, tornando o sistema altamente transparente.

Popularidade do Bitcoin

Quando falamos em criptomoedas, logo já pensamos no nome Bitcoin. Tão popular quanto pesquisar na internet sobre “caixa postal preço” é procurar sobre “bitcoin preço hoje”.

A bitcoin, uma das pioneiras no mercado das criptomoedas, surgiu há quase uma década e, por muitos anos, recebeu pouca atenção. No entanto, nos últimos anos, a moeda passou por uma valorização expressiva. 

Em 2013, seu valor subiu de 200 dólares para cerca de mil dólares em menos de um mês, apenas para cair quase pela metade em 2014. Três anos depois, a bitcoin teve um aumento impressionante de 1.000%.

Essa valorização chamou a atenção de muitos investidores, visto que a bitcoin se tornou popular e foi vista como uma oportunidade de investimento, sem mencionar a conveniência de sua produção, que anteriormente era possível com um computador comum e acesso à internet.

No entanto, é importante ressaltar que o cenário mudou significativamente.

Isso limitou o acesso a essa prática, mas não diminui seu mérito como uma forma de investimento, mesmo após a queda do seu auge meses atrás.

Agora que você compreendeu melhor o assunto, é importante destacar também os riscos associados a esse tipo de investimento.

Riscos de investir em criptomoedas

Existem alguns riscos em investir em criptomoedas e eles devem ser considerados antes de qualquer aplicação. 

  1. Legislação do país

Assim como dúvidas de serviços de contabilidade preços sobre impostos, no Brasil e em alguns outros países, ainda não foram propostas regulamentações específicas para investimentos em bitcoin. 

Essa postura se deve, em grande parte, à informalidade que cerca as transações com criptomoedas, levando à preocupação de que possa estar ocorrendo uma bolha especulativa.

A falta de reconhecimento de relevância por parte das autoridades pode levar à ausência de regulamentação, o que pode gerar um ambiente de investimento em bitcoin com menor segurança, com a moeda enfrentando desafios para seu desenvolvimento e aumentando os riscos associados aos investimentos.

É fundamental estar ciente dos possíveis desafios e riscos envolvidos, e buscar informações atualizadas sobre a regulamentação vigente e as melhores práticas de investimento nesse mercado.

Fazer um curso de investimentos é como um curso nr10 valor, depois que você aprende, pode colocar seus conhecimentos em prática.

Embora tudo possa parecer funcionar bem à primeira vista, em certas situações pode ser arriscado não ter uma regulamentação adequada para esse tipo de atividade.

  1. Possibilidade de ataques

O bitcoin é protegido por um sistema eficiente, o blockchain, que até o momento nunca registrou qualquer ataque bem-sucedido ao seu funcionamento, o que poderia afetar milhões de usuários. 

Imagine uma carteira de investimentos em criptomoedas de uma assessoria aduaneira, se deve ter todo tipo de cuidado com a segurança.

Sabemos que hackers são tão habilidosos quanto os desenvolvedores de sistemas de proteção, então e se um dia um ataque desse tipo fosse efetivo?

Além disso, as carteiras digitais, onde as moedas são armazenadas, já foram alvo de ataques, o que incentiva o uso de carteiras offline como medida de precaução.

  1. Volatilidade 

No mundo tecnológico, tudo é extremamente dinâmico e pode mudar rapidamente. O bitcoin é afetado diretamente por essa característica quando se trata da valorização da moeda. 

Sua alta volatilidade expõe ainda mais o risco de investir grandes quantidades de dinheiro em um mercado especulativo como esse. 

Fatores como a quantidade restrita de moedas e a utilização ainda limitada contribuem para essa volatilidade devem estar sempre dentro do sistema de visão de uma pessoa com relação a sua carteira.

Essa questão não é apenas um desafio, mas sim um risco real. 

Embora existam várias opções de investimentos voláteis no mercado, onde o ônus fica por conta do investidor, as criptomoedas, como o bitcoin, apresentam características únicas nesse sentido. 

Imagine investir sempre em ações instáveis? Parece pouco atraente, e é exatamente o que acontece com o bitcoin.

Os riscos de investir em bitcoin são evidentes, o que pode tornar essa opção ainda não válida para muitos investidores. 

Buscar ações na bolsa de valores, de acordo com o perfil de investimento de cada um, pode ser um caminho mais seguro para obter retornos confiáveis e interessantes.

Oportunidades de investir em criptomoedas

Uma das maiores oportunidades do mercado de criptomoedas é para as empresas. Digamos que você seja dono de uma empresa de locação de compressores. É possível investir parte do lucro em criptomoedas para diversificar.

O valor dos criptoativos pode apresentar variações significativas, o que aumenta as chances de valorização e retorno nesse tipo de investimento.

Principalmente quando se trata de criptomoedas mais estabelecidas no mercado, como o Bitcoin, a perspectiva de longo prazo para esses ativos pode ser bastante promissora.

Fatores como um contexto econômico favorável para ativos de maior risco, a atenção da mídia e o envolvimento de grandes empresas nesse mercado podem impulsionar o preço das criptomoedas de forma repentina.

No entanto, em prazos mais longos, são os fundamentos de uma criptomoeda, como sua capacidade de inovar tecnologicamente e oferecer utilidade real para as pessoas, que podem ter um papel significativo na valorização.

Além do valor de mercado e do interesse dos investidores, a capacidade de uma criptomoeda em resolver problemas reais, atender às necessidades do mercado e ganhar adoção massiva pode impulsionar seu valor ao longo do tempo.

Baixo custo

Devido à valorização que mencionamos anteriormente, muitas pessoas ficam surpresas ao descobrir que 1 Bitcoin pode valer cerca de cem mil reais na cotação atual.

No entanto, a boa notícia é que você não precisa comprar um Bitcoin inteiro para investir. O mesmo se aplica às outras criptomoedas. É possível investir com muito pouco, até mesmo com o preço de uma bobina térmica personalizada.

Muito autonomia e suporte de corretoras

As criptomoedas possibilitam a negociação direta entre os usuários, seguindo um modelo conhecido como peer-to-peer ou ponto-a-ponto. Isso significa que as transações ocorrem diretamente entre as partes envolvidas, sem a necessidade de intermediários ou instituições financeiras

Esse formato descentralizado e sem fronteiras é uma das características distintivas das criptomoedas, proporcionando maior autonomia e liberdade financeira aos seus usuários.

Para fornecer mais segurança às transações, surgiram as exchanges, semelhantes às corretoras tradicionais.

Compradores e vendedores inserem no sistema ordens que determinam a quantidade total e o preço unitário a ser negociado.

Em resumo, os preços e quantidades transacionados são determinados unicamente pela oferta e demanda dos clientes, sem interferência da corretora nesse processo.

Uma diferença prática em relação às corretoras de valores tradicionais é que as exchanges funcionam como bolsas de valores independentes nas criptomoedas. 

Isso significa que as cotações podem variar entre diferentes plataformas concorrentes, devido à falta de um órgão central de regulamentação e à natureza descentralizada das criptomoedas. 

É importante ter em mente que as cotações podem divergir em diferentes exchanges e, por isso, é essencial comparar e verificar as cotações em várias plataformas ao negociar criptomoedas, para tomar decisões informadas e maximizar os resultados dos investimentos.

Conclusão

Seja você um fornecedor de software que deseja aumentar o capital da empresa ou um investidor que quer bons lucros, incluir criptomoedas em seu portfólio pode ampliar a diversificação.

Visto que criptoativos como o Bitcoin tem apresentado historicamente baixa correlação de preços com o mercado de ações. 

Se você acredita que o uso das criptomoedas se tornará mais difundido com o tempo, pode ser uma estratégia sensata adquirir diretamente algumas criptomoedas como parte de um portfólio diversificado. 

Dessa forma, você pode potencialmente se beneficiar do potencial de crescimento das criptomoedas, enquanto reduz os riscos associados à concentração em apenas um tipo de ativo.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Inscreva-se
Notificar sobre
guest

Resolva o desafio *Limite de tempo excedido. Por favor, complete o captcha mais uma vez.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Adoraria seus pensamentos, por favor comente.x