Curso de Inglês voltado para professores de Jiu-jitsu no exterior permite que mais brasileiros concorram às vagas nessa área em academias do mundo inteiro

  • por

Esta postagem foi atualizada em 26 de março de 2021

São Paulo 14/10/2020 – É um curso de curta duração, para que o aluno aprenda a falar em Inglês como seriam os passos de uma aula e de um workshopQue o Jiu-jitsu brasileiro (BJJ) é conhecido mundialmente não é nenhuma novidade. Atletas do mundo todo buscam academias que ensinam o BJJ para aprenderem essa arte suave.

Em Dubai, por exemplo, o Jiu-jitsu ensinado nas escolas e toda a força policial passam por treinamentos com professores especializados e, em sua grande maioria, brasileiros.

São pessoas nascidas no Brasil e que ganharam o mundo com aulas e workshops nos mais variados países.

“Viajei por toda a Europa e em cada país que estive havia um brasileiro dando aula ou workshop de Jiu-jitsu”, conta o mestre em artes marciais Renzo Gracie, um em uma entrevista ao canal RAP77, do YouTube.

Entretanto, os brasileiros com desejo de ganhar o mundo com o Jiu-jitsu ainda pecam muito em um quesito: falar Inglês.

Ter uma comunicação direta e objetiva, com os princípios voltados para a arte suave, é fundamental para que a pessoa consiga ganhar o lugar desejado no exterior se ela anseia em ser um atleta bilíngue.

Rodrigo Bucollo, criador do método da Best View Inglês e do curso Black Belt Communication, que está em sua versão 2.0, afirma que ainda há muito espaço ainda não preenchido por brasileiros no mundo.

“Moro nos Estados Unidos e quando falo que sou brasileiro as pessoas não perguntam sobre futebol, querem saber sobre MMA e Jiu-jitsu. Questionam-me se eu já treinei com algum Gracie ou se conheço o Anderson Silva. Sou faixa marrom de Tae-kwon-do e apenas faixa branca de Jiu-jitsu, mas sou faixa preta no Inglês!”, conta o empresário.

E, segundo ele, o fato de não “patinar” nesse idioma, que é o 2º mais falado do mundo, é fundamental para não perder oportunidades profissionais, sejam elas na Alemanha, na Austrália, no Japão, nos Estados Unidos ou onde quer que seja.

LEIA TAMBÉM:  Compra da Beats By Dre em 2014 pela Apple está ligada ao storytelling

Bucollo explica que o curso Black Belt Communication foi criado para atletas e profissionais do Jiu-jitsu que anseiam ganhar o mercado mundial.

“É um curso de curta duração, para que o aluno aprenda a falar em Inglês como seriam os passos de uma aula e de um workshop. Esse aluno não necessita ficar quatro anos em uma escola para depois aprender algo sobre o Jiu-jitsu. Ele precisa agora saber como chegar em uma academia e fazer um aquecimento, conhecer as partes do corpo, os movimentos básicos, posições e uma comunicação dentro deste mundo. E é isso que ensinamos com nosso curso”.

Sobre a facilidade de aprender Inglês para profissionais da luta, Rodrigo ressalta que assim como aprender uma nova etapa na luta, para estudar o idioma o aluno precisa de tempo e dedicação.

“Não há mágica! Criamos um programa de ensino muito bom, mas o aluno sabe que sua dedicação é fundamental para o sucesso no resultado. Ninguém entra na academia faixa branca e depois da primeira aula sai faixa preta. É um processo. Nosso programa é de curta duração e o aluno tem acesso ao nosso conteúdo por um ano para poder assistir onde e quando quiser, quantas vezes desejar”, finaliza.

Website: http://www.bestviewingles.com/bestjj

Inscreva-se
Notificar sobre
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments