Pular para o conteúdo

Marketing Inclusivo: veja o que é e qual a importância

  • por Aline Moura
▶️ Compartilhe, Segue e Ganhe R$ 50,00!

Esta postagem foi atualizada em 5 de junho de 2023

O marketing inclusivo é muito mais do que apenas uma estratégia de negócios, é um conceito que deve ser defendido e levado para a vida, pois todos precisam, em algum momento, se sentir incluídos e representados. 

Com a chegada da internet e das redes sociais, as pessoas puderam ter mais acesso a conteúdos que defendem as mesmas causas que elas ou que trabalhassem em cima de pautas que elas consideravam importantes. 

Isso gerou conectividade, intimidade e relacionamento entre pessoas que nunca se viram pessoalmente, mas que mesmo através da tela de um computador ou celular, compartilharam seus ideais e construíram identificação uma com a outra. 

Em meio a essa onda de representatividade e formas de fazer com que cada vez mais pessoas se sintam representadas no mundo, essa ideia também começou a entrar no mundo corporativo e gerar uma grande reflexão na maioria das empresas.

Isso porque, tendo em vista o grande aumento de grupos sociais que precisavam de mais inclusão na sociedade e no mercado, uma empresa de controle de acesso informatizado entendeu a importância de começar a trabalhar com o marketing inclusivo. 

O marketing inclusivo nada mais é do que um conjunto de ações, campanhas, estratégias, conteúdos e tudo o que forma o universo do marketing, mas que são estruturadas e divulgadas para alcançar determinados grupos da sociedade. 

O objetivo principal desse conceito é poder fazer com que diferentes pessoas se sintam incluídas nos conteúdos que vê na internet e na forma como as marcas trabalham, entendendo que elas também fazem parte daquilo. 

Sendo assim, hoje iremos entender ainda mais sobre esse assunto tão importante e que está gerando diversos debates necessários dentro do mercado, afinal de contas, todos merecem sentir que fazem parte de algo e que são representados por alguém. 

Saiba como o marketing inclusivo agrega no mercado 

Hoje, o mercado é composto pelos mais diversos tipos de negócios que podemos imaginar, temos desde uma assessoria tributária até mesmo uma marca de acessórios para animais, ou seja, o mercado nunca foi tão diverso e isso é algo maravilhoso. 

Isso porque quanto mais empresas diferentes possuímos no mercado, mais pessoas poderão ser atendidas de acordo com o que precisam ou desejam, isso se chama identificação e representatividade. 

Essas são duas características fundamentais quando falamos de marketing inclusivo, pois é justamente através dessas duas ações que eles conseguem agregar algo diferente e bom no mercado e também na sociedade. 

A identificação é a sensação de olhar para algo ou alguém e encontrar traços que se pareçam com você ou com o que você acredita, e a representatividade é quando olhamos para algo ou alguém e vemos um reflexo de quem somos e do que acreditamos. 

Essas são vertentes já usadas dentro do universo do negócio, seja para captar mais clientes para um escritório de contabilidade em São Paulo ou para que se construa um melhor relacionamento com os clientes de uma determinada marca. 

Não é diferente quando falamos do marketing inclusivo, pois o seu objetivo é justamente gerar essa identificação e representatividade para com o público que deseja alcançar através de suas ações, campanhas e conteúdos. 

Duas simples características como essas agregam na sociedade e no mercado, construindo pessoas, profissionais e materiais que entendam a importância de saber atender aos mais diferentes públicos e pessoas que existem no mundo. 

Quem utiliza o marketing inclusivo? 

Mesmo entendendo sobre o que se trata o marketing inclusivo, é normal que muitas pessoas, profissionais e empreendedores se perguntam quem pode usar tal conceito, e a resposta é simples, todos podem usá-lo!

Seja uma assessoria aduaneira ou até mesmo uma clínica de estética, a única coisa necessária é que o profissional em questão entenda a importância de tal ação, o que veremos logo a seguir. 

Mas até aqui, é importante que você entenda que não existem restrições para o uso do marketing inclusivo, afinal de contas, não existem restrições para o respeito e para a igualdade, todos merecem. 

Isso não quer dizer que aplicar tal conceito será um mar de rosas, pelo contrário, existem diversos desafios nesse caminho, mas quando se sabe que os resultados serão bons, todo o esforço valerá a pena. 

Sendo assim, quando se perguntar novamente sobre quem pode usar o marketing inclusivo, pense em como deseja que a sua marca seja vista no mercado, uma marca de respeito, liberdade e amor, usa o marketing inclusivo para reforçar a sua mensagem. 

Entenda a importância do marketing inclusivo nos dias atuais

Agora que você já entende bem sobre o conceito do marketing inclusivo, chegou o momento de entender sobre a importância dele nos dias atuais para os negócios, seja uma empresa de terceirização de limpeza ou qualquer outra do mercado. 

Vivemos em um mundo e, principalmente, em um país onde contamos com diversas etnias, culturas, estilos de vida e opções. O Brasil é um dos países com a maior diversidade do mundo e é algo que deve ser valorizado e mantido. 

Sendo assim, contar com o marketing inclusivo nos dias atuais é garantir que cada uma dessas pessoas, por mais diferentes que sejam, consigam se sentir representadas no mercado, seja qual for os seus perfis e causas, como:

  • Comunidade preta;
  • Comunidade LGBTQIA+;
  • Pessoas com limitações físicas;
  • Pessoas com limitações mentais;
  • Ex-presidiários;
  • Analfabetos;
  • Entre outros. 

Quando uma marca decide apostar no marketing inclusivo, ela também decide apostar na criação de uma empresa diversa, que respeita todas as pessoas e escolhas, fazendo do respeito, da liberdade e do amor os seus principais pilares. 

Dicas de como aplicar o marketing inclusivo em seu negócio

Partindo para a prática, agora que você viu que tanto uma empresa que vende catraca Henry quanto uma que oferece serviços de consultoria ambiental podem usar o marketing inclusivo em seus negócios, chegou o momento de aprender a fazer isso. 

A prática pode até parecer um bicho de sete cabeças para você, mas acredite, é bem mais simples do que se pode imaginar, e para te ajudar nesse processo, selecionamos algumas dicas essenciais para tal. Confira: 

Diferentes perfis de funcionários 

A primeira delas é contar com diferentes perfis de profissionais dentro da sua empresa, aqueles que representam as diversas camadas da sociedade e os grupos que ainda não se sentem representados no mercado de trabalho. 

Para isso, você pode abrir vagas segmentadas para pessoas pretas, LGBTQIA +, pessoas com limitações e diversos outros grupos que podem entrar para somar na sua empresa e desenvolver projetos cada vez mais inclusivos. 

Conteúdos personalizados 

Além disso, a produção de conteúdos personalizados para determinados perfis de usuários também é essencial, seja na divulgação de um factoring cheque ou apenas no compartilhamento de um conteúdo educativo. 

Você pode investir em vídeos que possuam um intérprete de libras ao canto, legenda nos vídeos e até mesmo um texto alternativo para suas fotos. Quanto mais você personalizar seus conteúdos, mais inclusivo ele será. 

Campanhas segmentadas 

As campanhas de marketing e divulgação da marca também precisam ser muito bem desenvolvidas para que os usuários se sintam representados e se identifiquem com o produto ou serviço apresentado. 

Para isso, vale a pena contar com a presença de pessoas que representem esses grupos da sociedade na produção da campanha e até mesmo convidá-las para serem as estrelas, pois assim, os usuários que se identificam e se sentem representados por eles. 

Defesa de causas que acredita 

Por fim, mas longe de ser menos importante, defender causas que acredita também é parte fundamental do marketing inclusivo, assim como o software restaurantes se tornou indispensável no processo de organização de dados de um restaurante. 

Pense no que você como pessoa acredita e no que deseja que a sua empresa também acredite, pense em como deseja que as pessoas vejam a sua marca e esteja por dentro do que acontece na sociedade para que defenda causas das quais realmente entenda. 

Essas são dicas simples, mas que farão toda a diferença na rotina da sua empresa, fazendo com que você não só entenda o conceito do marketing inclusivo, mas também o coloque em prática, que é o mais importante.

Considerações finais 

O marketing inclusivo é muito mais do que uma inovação ou estratégia para se conquistar mais clientes, mas um conceito que faz a sua empresa pensar naquilo que faz sentido e que é preciso ser pregado e feito pelas pessoas, o respeito e o amor. 

Dessa forma, você conseguirá desenvolver uma marca que seja bem vista no mercado e, além disso, também seja uma marca que preza pela identificação e representatividade, entendendo que a diversidade também faz parte do seu negócio. 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Inscreva-se
Notificar sobre
guest

Resolva o desafio *Limite de tempo excedido. Por favor, complete o captcha mais uma vez.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Adoraria seus pensamentos, por favor comente.x