Pular para o conteúdo

Os 5 Principais aspectos que determinam o sucesso estudantil em 2022

 

O progresso ou sucesso no processo de aprendizagem está associado a vários fatores, internos e externos. Aspectos como motivação, interesse, dedicação e esforço, ainda que inerentes ao perfil do aluno são também eles minados ou potenciados, em função dos fatores exteriores.

Por exemplo, acessar um bom corretor ortográfico gramatical e pontuação online pode parecer tarefa simples e fácil para alguns alunos, porém, se o aluno for de condição social baixa, sem acesso à internet e sem computador, a tarefa assevera-se mais difícil, mesmo que este seja empenhado e dedicado.

  • As condições econômicas

Note-se que as condições financeiras de uma família estão ligadas à qualidade de vida que os progenitores podem dar aos seus filhos, mas, por relação direta, à preocupação e zelo que os pais mostram ter pelos filhos.

Uma alimentação correta, cuidados de higiene e saúde, estilo de vida saudável, integração em atividades esportivas e de lazer contribuem para um vida feliz e uma aprendizagem escolar bem sucedida.

No reverso da moeda, estão as famílias sem condições financeiras, desestruturadas e com comportamentos inadequados, que não revelam interesse pelo percurso escolar dos filhos. Nestes casos as probabilidades de o aluno desistir ou reprovar são maiores.

Abordamos aqui os dois extremos e casos mais frequentes, mas ressalva-se que alunos de classe social superior podem ser votados ao esquecimento pelos pais e que famílias sem condições financeiras consigam incentivar e apoiar os seus filhos.

  • A saúde física e mental

O provérbio latim antigo não deixa margem para dúvidas, “Mens sana in corpore sano” (Uma mente sã num corpo são). A condição física e mental do aluno é um dos fatores decisivos para o seu sucesso.

Quanto às limitações do corpo basta recordar que muitas escolas e trajetos escolares não possuem condições de acessibilidade dignas e que muitos professores e funcionários não estão capacitados para potenciar esses alunos.

LEIA TAMBÉM:  De qual forma a Neurociência pode auxiliar no seu trabalho

No que à mente diz respeito, basta lembrar os níveis de ansiedade, estresse e receio, que a pandemia gerou na sociedade. Estudos irão comprovar o quanto maléfica foi para a saúde mental dos mais jovens, mas o aumento do números de alunos com problemas de ansiedade e depressão está paralelamente associado à diminuição do rendimento escolar.

 

 

  • As condições e estruturas escolares

Os alunos inseridos em escolas com equipamentos e estruturas mais recentes e modernas, com boas bibliotecas, com ferramentas tecnológicas avançadas, com laboratórios equipados são, por norma, mais bem sucedidos do que os alunos que frequentam escolas degradadas, sem acesso à internet e sem material.

Por outro lado, os professores colocados em escolas “melhores” estão mais potencializados para ensinar e transmitir conhecimento, porque eles mesmos se sentem mais motivados e felizes com as condições de trabalho. O mesmo se passa com os restantes funcionários. Já os docentes que sofrem com falta de material, de apoio e de condições, condicionam, ainda que inconscientemente, o processo de aprendizagem do aluno.

  • As metodologias e os cursos

Quanto mais diversificados forem os cursos apresentados, maior é a possibilidade de agradar aos alunos. Os alunos colocados em cursos de sua preferência são mais esforçados e estão mais motivados. O planejamento, os recursos materiais e a forma como se veicula o aprendizado contribuem, em determinada escala, para o sucesso do aluno.

As metodologias de ensino evoluíram: é necessário dar palco à realidade virtual ou à realidade aumentada, conquistar os alunos com abordagens diferenciadoras e estimulantes. Mais do que transmitir um conteúdo programático, o professor deve ser capaz de veicular sua mensagem de forma inesquecível

  • Os docentes

Ainda que estes estejam, de alguma forma, referidos nos pontos anteriores,  os docentes têm o poder de facilitar ou dificultar a aprendizagem.  A atuação, comportamento, empatia e a preocupação com o aluno são determinantes para que este tenha sucesso. Cabe ao professor, facilitar a aprendizagem, para alunos mais interessados e envolvidos.

LEIA TAMBÉM:  5 Táticas Maravilhosas para Construir sua Autoridade Online

 

 

A modernização do ensino

Face às novas realidades e com vista ao sucesso dos alunos, considerando os aspectos anteriormente listados, as escolas e as plataformas de ensino à distância vão (lentamente) progredindo, rumo a uma educação mais inclusiva, mais democrática e mais personalizada.

A turma não pode mais ser vista como um todo. O ensino deve centrar seu foco no aluno e nas necessidades deste. A adoção de ferramentas tecnológicas e a criação de cursos mais apelativos, temáticas mais interessantes e úteis, com docentes mais capacitados e escolas mais equipadas, influenciam o sucesso do grupo escolar.

Algumas considerações finais

Está comprovado que as condições socioculturais dos alunos influenciam sua capacidade de aprendizagem e a possibilidade de serem alunos de sucesso. Porém, as estatísticas, estudos e cálculos não conseguem equacionar a determinação e o foco do aluno.

Ainda que as ferramentas da escola sejam desadequadas, os professores sejam desajustados, as  práticas pedagógicas ineficazes, o aluno pode sempre vencer as probabilidades. Obviamente, neste caso, atingir o sucesso é ainda mais difícil, mas são também as dificuldades que originam os maiores vencedores.

 

Marcações:
Inscreva-se
Notificar sobre
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Adoraria seus pensamentos, por favor comente.x