Plataformas on-line têm ajudado a ampliar a estratégia de cashback no Brasil

  • por

Esta postagem foi atualizada em 26 de março de 2021

São Paulo, SP 17/3/2021 – As ações de cashback estão fazendo parte da estratégia de publicidade das grandes marcas.

A mudança de comportamento dos consumidores durante a pandemia tem acelerado a busca das marcas do varejo por novas ações que visem conquistar o consumidor, além de ampliar os resultados de vendas.

Apesar de muito comuns nos Estados Unidos, as ações de cashback têm se tornado cada vez mais presentes no varejo brasileiro e têm se intensificado desde o início da pandemia do coronavírus e as políticas de distanciamento social. Sejam empresas pequenas ou grandes, muitas organizações têm aderido a esta estratégia com o intuito de ampliar e fidelizar os seus clientes. Assim, as ações de cashback já estão fazendo parte da estratégia de publicidade de algumas empresas e chamado atenção de consumidores mais exigentes e digitalizados.

A origem de tudo: Programas de Fidelização

Os Programas de Fidelidade já fazem parte da rotina de consumo do brasileiro há muitos anos. Dados da Associação Brasileira das Empresas do Mercado de Fidelização (ABEMF)  mostram que as empresas associadas a essa entidade acumularam 149 milhões de cadastros, levando em consideração apenas o primeiro trimestre de 2020.

Mesmo sendo um mercado que, historicamente, apresentava resultados positivos, houve mudanças profundas nos últimos meses em decorrência da pandemia da Covid-19. A paralisação das viagens, por exemplo, impactou a troca de pontos/milhas pelo item preferido dos participantes: as passagens aéreas. Para se ter uma ideia destes números, durante o primeiro semestre de 2020, só 10,6% do total de acúmulo de pontos e milhas foram provenientes das viagens, sendo o varejo responsável por 89,4% total deste acúmulo (Fonte: ABEMF, 2020).

LEIA TAMBÉM:  Alta lucratividade do Marketing de Influência atrai cada vez mais a atenção de criadores de conteúdos criativos

Neste sentido, essa mudança de comportamento tem acelerado a busca das empresas por novas ações que visem conquistar o consumidor, além de ampliar os resultados de vendas.

Cashback: a evolução dos Programas de Fidelização?

Em uma tradução simples, cashback significa “dinheiro de volta”. E é esse mesmo o grande objetivo desta estratégia: devolver o total ou parte do dinheiro gasto do consumidor para ele usá-lo como quiser e com total liberdade.

Para muitos, o cashback é a evolução dos tradicionais Programas de Fidelidade. A Associação Brasileira de Marketing de Dados (ABEMD) destaca que os programas de recompensa tornaram-se muito mais relevantes com a queda no consumo, sendo utilizados como estratégia tanto para garantir a compra, quanto para ter a retenção do cliente.

Além disso, muitas vezes os Programas de Fidelidade baseados no acúmulo de pontos ou milhas podem parecer pouco tangíveis para o consumidor, além de terem uma outra limitação: a troca só pode ser feita em determinadas lojas, produtos e serviços associados ao programa.

Já as ações de cashback apresentam essa vantagem, pois devolvem para o consumidor o total ou parte do valor gasto em determinada compra.

Do ponto de vista da marca que adota uma ação de cashback como estratégia, há diversos benefícios, tais como:

  • Ampliação na divulgação da sua marca e/ou produtos;
  • Aumento das vendas;
  • Aumento do ticket médio;
  • Maior retenção dos consumidores;
  • Aprofundamento do conhecimento sobre os hábitos de compra dos clientes, podendo criar campanhas mais personalizadas e com melhores resultados.

Já do ponto de vista do consumidor, o cashback também apresenta muitas vantagens:

  • Vantagem financeira, pois o cliente recebe parte do valor gasto diretamente em sua conta;
  • Melhor custo-benefício, visto que este tipo de estratégia desperta no cliente o gatilho de recompensa real.
LEIA TAMBÉM:  Projeto propõe uma nova maneira de consumir conteúdos sobre marketing

Porém, é importante destacar que o cashback não é um Programa de Fidelidade tradicional, pois ele não obriga o consumidor a usar o benefício somente na rede de lojas parceiras. Além disso, o cashback oferece, no curto prazo, a sensação para o cliente de benefício real e imediato.

Startups brasileiras criam soluções inovadoras para cashback

E para apresentar soluções inovadoras em um mercado cada vez mais em expansão, algumas startups brasileiras têm criado plataformas e aplicativos para operacionalizarem e gerenciarem a participação nestas promoções, assim como a devolução em dinheiro.

É o caso da Plataforma Validate.it, idealizada em 2019. Para um dos seus fundadores, Vinícius Salsotto, “o cashback aumenta a visibilidade da marca através da conquista de novos consumidores, além de estreitar o relacionamento com os antigos consumidores”. Além disso, ele completa: “certamente esse novo consumidor do pós-pandemia, que será muito mais exigente e digitalizado, irá privilegiar as empresas e marcas que tragam benefícios reais e de curto prazo para ele”.  

Neste sentido, o cashback é uma ação muito mais assertiva e com melhores resultados. Porém, do ponto de vista da empresa varejista, por exemplo, há alguns desafios que precisam ser levados em consideração antes da sua implementação.

Desafios do cashback para as empresas

O grande desafio da implantação de uma ação de cashback é a questão tecnológica, ou seja, a operacionalização. É necessário um forte controle e acompanhamento financeiro, além de ter grande parte do processo automatizado para, desta forma, eliminar erros e ter agilidade nas campanhas.

Por isso, muitas empresas optam por fazer parcerias com aplicativos e plataformas que ofereçam essas soluções inteligentes de maneira especializada. E é aí que o mercado tem se expandido para as startups. Ainda para Vinícius Salsotto, o grande diferencial das startups que oferecem soluções de operacionalização de cashback é a expertise das soluções tecnológicas, que são criadas para este tipo de operação que, do ponto de vista de uma empresa varejista, é extremamente complexa a sua implementação. Além disso, “há também relatórios de inteligência e gerenciais que são fundamentais para planejar novas ações e potencializar os resultados”, destaca Vinícius.

LEIA TAMBÉM:  Bayer vai debater o futuro da agricultura e transformação digital na Agrishow Experience

Com toda essa mudança no mercado varejista e no mercado consumidor, certamente ações criativas que visem melhorar a experiência de compra terão grande destaque, relevância e resultados positivos.

Website: http://validateit.com.br/

Inscreva-se
Notificar sobre
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments